18 de out de 2014

IX Semana de integração do CFH


Programação

Segunda-feira, dia 20 de outubro de 2014
10h – Auditório do CFH: Mesa 1- Copa e Criminalização dos Movimentos Sociais Avanilson Alves Araújo (ocupação Esperança–SP);
16h – Auditório do CFH: Mesa 2. Museus, paisagens e territórios: olhares interdisciplinares contemporâneos.  Teresa Fossari (UFSC);  Flávia Lima – PR;  Prof. Valdemar  Lima– UFSC
18:30h – Auditório do CFH: Mesa 3 – Luta por moradia no espaço urbano.  Rui (Ocupação Amarildo) e  Profa.Susan Tornquist (UDESC);

Terça-feira, dia 21 de outubro de 2014    
10h – Auditório do CFH : Mesa 4:  Cinema, História e Sociedade: Cineasta Sylvio Back e  Prof. Alexadre Busko Valim (UFSC).
13:30h – Auditório do CFH: Palestra – Da autonomia à territorialidade autônoma: sobre a dialética entre conceitos de referência e lutas concretas. Prof. Marcelo Lopes de Souza (UFRJ),   Mediadora: Profa. Leila Christina Dias.
18:30h – Auditório do CFH: Mesa 5 – A Palestina e seus conflitos territoriais – Prof. Márcio Voigt (UFSC)  e Khader Othman (Comunidade Palestina).

Quarta-feira, dia 22 de outubro de 2014
10h – Auditório do CFH: Mesa 6 – Populações Tradicionais e conflitos territoriais.  Cacica Eunice ( TI Morro dos Cavalos) e Helena Marques (Comunidade Quilombola Vidal Martins).
16h – Auditório do CFH: Mesa 7 – Práticas de Produção Coletiva.  Prof. Mauricio Sardá (UFPB) e Profa. Valéria de Marcos (USP). Mediação José Carlos Mendonça (LASTRO-UFSC).
18:30h – Mini-Auditório do CFH: Palestra – Territorialidade e Litoral – O caso da Lagoa da Conceição – Florianópolis – Alécio dos Passos (AMOLA).

Quinta-feira, dia 23 de outubro de 2014
10h – Mini-Auditório do CFH :  Palestra: Territorialidade e SUS:  Prof. Felipe Brognoli (UFSC).
16h – Mini-Auditório do CFH : Mesa 8 -Espaço Centro/Periferia no mundo urbano. Prof. José Guilherme Magnani (USP)
18:30h – Mini-Auditório do CFH: Mesa 9– Situação do Plano Diretor de Florianópolis: Prof. Elson Pereira (GCN-UFSC)e Lino Bragança Peres (ARQ-UFSC)

Sexta-feira, dia 24 de outubro de 2014
Manhã – Mutirão de limpeza no Bosque;
Tarde – atividades culturais:
Noite – 18:30h Cine CFH – Auditório do CFH
Mais informações: http://semanacfh.blogspot.com.br/

14 de jun de 2014

CINEFILOSOFIA: Debates



Durante o primeiro semestre de 2014 o Centro Acadêmico de Filosofia promoveu encontros semanais para discutir filosofia latino-americana e sua relação com o cinema e outras artes, alguns debates estão disponíveis aqui:

VÍDEO:

Hélio Oiticica e a Tropicália
(vídeo da exposição de Flávia Cera)


Textos:

A folia de macuinaíma
(apresentado por João Nilson Alencar)

http://pt.scribd.com/doc/226208319/A-Folia-de-Macunaima-I

Sobre Catatau e Existo
(apresentado por Alexandre Nodari)

http://pt.scribd.com/doc/229661091/existo

CINEFILOSOFIA: ”Awara Nane Putane – Uma história do cipó” e "Yube Nawa Aibu"


Filosofia e Pensamento Indigena

Quando: 05 Junho 2014, Quinta-feira, às 19 horas
Onde: Mini-Auditório do CFH, UFSC
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/1436347856623023

O Cine Filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de Filosofia, exibe ”Awara Nane Putane – Uma história do cipó” e "Yube Nawa Aibu", no miniauditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), dia 5 de junho, quinta-feira, às 19h, com comentários de Marcos de Almeida Matos, mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Filosofia e Pensamento Indígena 

"Awara Nane Putane – Uma história do cipó” é um curta-metragem em animação que conta o mito de origem do uso tradicional da ayahuasca, na versão da etnia yawanawa, que vive no coração da floresta amazônica, nas margens do Rio Gregório, no Estado do Acre. O curta é todo falado em idioma yawanawa, povo que pertence ao tronco linguistico Pano. Direção: Sérgio de Carvalho 

"Yube Nawa Aibu" - O autor parte de sua própria experiência para mostrar a aproximação entre um garoto e a cultura do seu povo. Um dia, ao ver seus tios tomando o cipó (o cipó jagube ou mariri, um dos ingredientes do chá que é usado em diferentes tradições religiosas na Região Amazônica) e cantando músicas tradicionais, ele teve curiosidade de também participar do ritual. Direção: Vandete Cerqueira Sereno Kaxinawá 

Comentários 

Marcos de Almeida Matos é mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006), atualmente faz doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina, onde faz pesquisa sobre etnologia indígena na Amazônia Ocidental. É professor do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Acre e líder do Laboratório de Antropologia e Florestas - AFLORA. Membro do #ATOA. 

Cine Filosofia 

Cinefilosofia - Mostra de filmes latino-americanos é um projeto do centro acadêmico de Filosofia da UFSC. O projeto adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciaram ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental. Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procura-se questionar os sentidos de uma filosofia no espaço histórico-geográfico latino-americano.
Cine Filosofia exibe "Awarã Nane Putani" e" Yube Nawa Aibu"

19 de mai de 2014

CINEFILOSOFIA: Zapatistas





///ZAPATISTAS

Os Zapatistas são uma grande lição de vida para todos os povos do mundo, que cada vez estão mais a mercê dos interesses das grandes corporações. Eles representam o inconformismo de uma população decorrente do Acordo de Livre Comércio, a Nafta, e a consequente ameaça de destruição de seus recursos naturais, sua cultura local, seus meios de sobrevivência. Além disso, eles lutam não apenas por um país mais justo, mas sim por um mundo mais justo. Como disse Manu Chao, a Europa só despertou para as reais implicações da Globalização para a população mundial quando ouviu os indígenas da Selva dos Chiapas. Suas mensagens são de justiça, amor e fraternidade global. (EUA, 1999, 55min - Produção: Big Noise)

///Comentários

Carlos André dos Santos. Bacharel em Ciências Sociais e mestre em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Como pesquisador voluntário, está vinculado ao Núcleo de Estudos da Juventude Contemporânea (NEJUC-UFSC). Entre 2004 e 2012, participou do coletivo do Centro de Mídia Independente em Florianópolis. Atualmente leciona Sociologia na rede estadual de ensino básico e atua em iniciativas de democratização da comunicação e no movimento dos trabalhadores e trabalhadoras da educação. É autor do livro Rebeldia por trás das lentes (2013)

///CINEFILOSOFIA

O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental. Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.

info: thor.verass@gmail.com

Quando: dia 27 de Maio
Local: Mini-auditório CFH
Horário: 19h

17 de mai de 2014

CINEFILOSOFIA: Macuinaíma



//Macunaíma 

Macunaíma é um herói preguiçoso, sem caráter e safado. Nasceu em meio à mata, já grande, e só começou a falar aos seus seis anos de idade, prova cabal de sua preguiça. Esse personagem, durante o filme, representa o brasileiro. Seus jeitos e trejeitos, suas expressões e seus diálogos cômicos, suas atitudes e confissões. Macunaíma, de negro, se transforma em branco e do sertão migra para a cidade com os irmãos, buscando um compêndio de todas as vivências e aventuras possíveis no país. Macunaíma vive várias aventuras na cidade de forma zombeteira, conhecendo e amando guerrilheiras e prostitutas, enfrentando vilões milionários, policiais, personagens de todos os tipos. Cada personagem na obra e sua relação com o protagonista se identifica a uma metáfora de alguma das estruturas sócias do Brasil. O filme, homônimo da obra textual de Mário de Andrade – Macunaíma -, resgata a obra que, por excelência, representa a construção - ou até mesmo forjação - de uma identidade cultural brasileira.

Ano de Lançamento (Brasil): 1969
Tempo de Duração: 108 minutos
Direção: Joaquim Pedro de Andrade

//Comentários

João Nilson Alencar possui mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992) e Doutorado em Literatura, área de concentração em Teoria Literária, pela UFSC,em parceria de Sanduíche pela Universidade Nacional de Buenos Aires (2006-2007) . Atualmente é professor efetivo da Universidade Federal de Santa Catarina.

//Cine Filosofia:

O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental. Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.

info: thor.verass@gmail.com

Quando: dia 13 de Maio
Local: Mini-auditório CFH
Horário: 19h

3 de mai de 2014

Cinefilosofia: Mostra Tropicália + Hélio Oiticica

//Cine Filosofia: 

O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental. Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.

///Tropicália

Riqueza de material de arquivo inédito, pesquisa apurada e depoimentos esclarecedores fazem a diferença neste documentário. Um dos movimentos culturais mais festejados da história brasileira, o tropicalismo durou pouco. Entre 1967 e 1968, Caetano Veloso e Gilberto Gil, dois dos maiores expoentes, lançaram canções de vanguarda que, diferentemente de outras músicas da época, criticavam o período militar de uma forma mais anárquica e pop. O auge se deu no disco Tropicália ou Panis et Circensis. Além de Gil e Caetano, a obra reuniu Gal Costa, Tom Zé, Os Mutantes, Nara Leão, a poesia de Torquato Neto e Capinam e os arranjos de Rogério Duprat. O movimento se estendeu ao cinema novo de Glauber Rocha e ao teatro de José Celso Martinez Corrêa. O mesmo se deu no campo da crítica, com a Poesia Concreta dos irmãos Campos e de Décio Pignatari. Foram os concretistas que apoiaram o movimento à primeira hora. Por meio deles, os compositores chegaram à poesia e à filosofia antropofágica do modernista Oswald de Andrade

De uma forma envolvente e criativa, o documentarista Marcelo Machado (sócio nos anos 80 de Fernando Meirelles na produtora Olhar Eletrônico) relembra passo a passo do surgimento do tropicalismo: dos festivais da Record ao exílio de Caetano e Gil, em Londres, por meio de imagens tiradas do baú. Trata-se, portanto, de um amplo e rico painel musical e visual, tratado sem preguiça nem presunção.

(2012, direção: Marcelo Machado - com: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa. - 87 min. - Documentário)

/// Heliorama

Uma curiosa montagem que reúne cinejornais, trailers, clipes e outros fragmentos inéditos e visionários (de som e imagem) do saudoso artista plástico HÉLIO OITICICA.

(Gênero: Documentário, Experimental
Diretor: Ivan Cardoso Elenco: Antonio Manoel, Caetano Veloso, Carlinhos do Pandeiro, Dom Pepe, Haroldo de Campos, Helio Oiticica, Lygia Clark, Lygia Pape, Waly Salomão Duração: 14 min - Ano: 2004)


///Comentários:

Flávia Cera é psicanalista, doutora em Teoria Literária, com tese sobre a poética corporal/ambiental de Hélio Oiticica. Co-editora do Sopro e da Cultura e Barbárie.

infos: thor.verass@gmail.com

Quando: quarta-feira, 7 de maio.
Horário: 19h
Local: Mini Auditório do CFH - UFSC

///

"Um poeta desfolha a bandeira e a manhã tropical se inicia resplandente, cadente, fogueira num calor girassol com alegria na geléia geral brasileira que o jornal do brasil anuncia.”

Gilberto Gil e Torquato Neto

24 de abr de 2014

CINEFILOSOFIA: Ex-isto, livre adaptação do livro Catatau de Paulo Leminski

//Cine Filosofia:
O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental. Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.
//Ex-isto:
O trocadilho era inevitável. ”Penso, logo existo” é talvez a frase mais famosa do filósofo racionalista francês René Descartes. Agora imagine se esse homem do século passado dominado pela razão desembarcasse em uma feira livre em plena Recife dos anos 2000?
É o que acontece em Ex Isto, filme do diretor Cão Guimarães (A Alma do Osso, Acidente e O Andarilho), que explora uma imaginária viagem de Descartes ao Brasil, a bordo da comitiva do holandês Maurício de Nassau.
Leminski traduz muito bem o que acontece no desenrolar do romance, cuja essência foi capturada pelo diretor: "Catatau é o fracasso da lógica cartesiana branca no calor... emblema do fracasso do projeto batavo, branco, no trópico".
//Comentários:
Alexandre Nodari é mestre (com dissertação sobre a Antropofagia) e doutor (com tese sobre o conceito de censura) em Teoria Literária pelo PPGL/UFSC. Co-ministrou, com Eduardo Viveiros de Castro, o seminário de pós-graduação Do matriarcado primitivo à sociedade contra o Estado: cartografia da hipótese antropofágica no Museu Nacional/UFRJ (2012). Colaborou em volumes coletivos (como Antropofagia hoje?, Teoria, poesia, crítica, Experiencia, cuerpo y subjetividades, e O comum e a experiência da linguagem) e publicou artigos em periódicos nacionais e internacionais. Em 2011, co-ministrou algumas sessões do seminário de pós-graduação (na UBA) Sacro Poder , a cargo de Fabián Ludueña e Emanuele Coccia. É editor da Cultura e Barbárie e do panfleto político-cultural Sopro (http://www.culturaebarbarie.org/sopro), e integrante da‪#‎ATOA‬.
Quando: Terça-Feira
Horário: 19h
Local: Mini Auditório do CFH - UFSC
infos: thor.verass@gmail.com

18 de abr de 2014

Semana Acadêmico de Filosofia

O Centro Acadêmico Livre de Filosofia da UFSC, pretende realizar em junho de 2014 a Semana Acadêmica de Filosofia. A Semana Acadêmica de Filosofia da UFSC vai tratar da temática licenciatura em Filosofia/Ensino de Filosofia, tendo em vista as discussões realizadas no ano passado sobre a mudança curricular para a habilitação de licenciatura em filosofia, a discussão sobre educação e o desincentivo por parte da academia e sociedade pela a escolha “professorx”. Para tanto, gostaríamos de contar com o auxílio dos alunxs do curso para a realização de tal evento. Os interessados em participar da organização da Semana Acadêmica de Filosofia da UFSC ganharão “certificado de organização” (inclusive importante para as 200 ou 240 horas de atividades extra-classe cobradas para a conclusão de curso). Interessados em ajudar na organização deverão entrar em contato pelo e-mail: blogcafil2013@gmail.com ou felini_92@hotmail.com
Att,
Centro Acadêmico Livre de Filosofia
Gestão 2013-2014

16 de abr de 2014

IV Sarau Filosófico



Passado 1 mês do confronto entre a comunidade universitária e a polícia ocorrido no bosque do CFH, o CAFIL convida todxs a comparecerem ao IV Sarau Filosófico para refletir sobre os meandros entre a liberdade e a repressão policial. Até onde vai a autonomia universitária? Porque o aparato coercitivo do estado ainda se utiliza de práticas autoritárias característico de uma ditadura? O que há por trás da censura às atitudes que vão na contra-mão da simples reprodução dentro do âmbito universitário? Traga seus questionamentos, suas dúvidas e faça parte deste debate que se faz muito pertinente nos dias de hoje.

Dia 25 de Abril
às 14hrs
no Palco do bosque | CFH

Liberdade de expressão, para uma universidade sem repressão!

Cafil.

11 de abr de 2014

Sobre o ônibus para ida ao V EREFIL SUL – CAXIAS DO SUL:
Ontem, dia 10 de abril de 2014, ocorreu na sala do CAFIL a reunião referente ao processo de solicitação de ônibus para ida e volta ao V ENCONTRO REGIONAL DE ESTUDANTES DE FILOSOFIA DA REGIÃO SUL, que acontecerá em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, nos dia 1, 2, 3 e 4 de maio (feriado). Informações sobre o evento, inscrições e alojamento SOMENTE com a organização pelo blog: http://eventoerefil.blogspot.com.br/
A respeito do ônibus devido a greve dos servidores não foi possível fazer a solicitação para recebermos este auxilio. Mas o CAFIL junto aos interessados em ir ao EREFIL tentará de outras formas a ida ao evento. Foi pesquisado preços de frete de micro-ônibus. O micro-ônibus tem 24 VAGAS. Para cada um será cobrado entre 100 e 150 reais caso as 24 vagas sejam ocupadas, quanto menos pessoas mais caro será para cada um. Para auxiliar nessas despesas estamos aguardando uma provável ajuda financeira do DCE da Universidade de Caxias do Sul, também estamos pedindo que quem irá apresentar trabalho mande no e-mail NOME COMPLETO, MATRICULA E TÍTULO DA APRESENTAÇÃO, para que seja feita uma “folha ouro” no intuito de arrecadar doações entre nosso departamento  entre outras localidades. Será solicitado também a doação de livros por parte de professores e alunxs, com o intuito de rifa-los e o lucro irá para ajuda de custo do preço de fretamento do ônibus.
Portanto, interessadxs em ir na viagem, se possível, ajudem na arrecadação de fundos para auxílio no fretamento, essa ajuda inclusive se dá pela divulgação até para pessoas de fora da UFSC (já que o ônibus é fretado por nossa conta).
Se até segunda-feira, dia 14 de abril de 2014, às 12 horas, não tiver pelo menos 20 nomes na lista de pessoas interessadas na viagem, não terá como fazer a reserva do ônibus.
Quem quer viajar, levando essas considerações colocadas acima em conta, deve mandar SOMENTE para o e-mail: blogcafil2013@gmail.com os seguintes dados:
NOME COMPLETO:
RG/ÓRGÃO EXPEDIDOR:
CPF:
TELEFONE E E-MAIL:
Att, Centro Acadêmico Livre de Filosofia

Gestão 2013-2014

10 de abr de 2014

CINE FILOSOFIA

Cine Filosofia
Ciclo de Cinema e Filosofia Latino – Americana




Apresentação


O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental.  Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.

A programação contará com exibição de filmes, documentários e curtas que retratam filosofias e diferentes formas de pensamentos produzida nos trópicos. Neste ciclo, procuramos discussões especificas que dão voz às saberes sujeitados, de conhecimentos que constituem um pluri-verso, onde a racionalidade tem vários modos de funcionamento e modelos operacionais distintos que são construídos em contextos culturais específicos.  Influenciados pela “virada ontologica” de “nossa” filosofia, dividimos o ciclo em dois módulos: filosofia canibal e filosofia de fronteira, propomos um exercício de reconhecimento de múltiplas perspectivas, abaixando a guarda da luneta do colonizador para termos contato filosófico através da experiência pensante prática, de encontro com o Outro.

Programação

BRASIL
(filosofia canibal)

15 de Abril - 19h

Mistério do Samba (2008)
Comentários: Claudia Drucker, professora do departamento de Filosofia-UFSC
Mini-Auditório do CFH-UFSC


29 de Abril – 19h

Ex-isto - Um filme livremente inspirado na obra Catatau, de Paulo Leminski. (2010)
Comentários: Alexandre Nodari,  doutor em Teoria Literária pela UFSC
Mini-Auditório do CFH-UFSC

7 de Maio- 09h

Heliorama (2004)
Comentários: Flávia Cera,  doutora em teoria literária pela UFSC
Auditório do CFH-UFSC

13 de Maio – 19h

Macunaíma (1969)
Comentários: João Nilson Alencar, doutor em Teoria Literária pela UFSC.
Mini-Auditório do CFH-UFSC

27 de Maio  

09h

Introdução ao Pensamento Indígena (2011)
Palestra em vídeo de Eduardo Viveiros de Castro, professor do Museu Nacional-RJ
Mini-Auditório do CFH-UFSC





MÉXICO/PERU/BOLÍVIA
(Filosofia de fronteira)

27 de Maio

19h

Zapatistas (1999)
Comentários: Carlos André, mestre em Sociologia política, UFSC
Mini-Auditório do CFH

10 de Junho –

 19h

Pachamama (2008)
Comentários: Elaine Tavares, Jornalista, IELA-UFSC
Mini-Auditório do CFH






9 de abr de 2014

Reunião sobre ida ao V EREFIL SUL (Caxias do Sul)

O Centro Acadêmico Livre de Filosofia da UFSC, vem por meio deste comunicar que foi lançado o blog da quinta edição do Encontro Regional de Estudantes de Filosofia da Região Sul (EREFIL-SUL) http://eventoerefil.blogspot.com.br/
Evento acadêmico e de integração dos alunxs do curso de filosofia e é aberto também aos demais cursos. Acontecerá nos dias 1, 2, 3 e 4 de maio de 2014, em Caxias do Sul, RS. Mais informações diretamente no blog do evento.
Para todos os eventos fora do nosso campus da UFSC o Centro Acadêmico Livre de Filosofia consegue através de edital um ônibus para ida e volta. Porém, devido a greve dos servidores não é possível solicitar o ônibus pela UFSC agora, e estamos na data de solicitação, pois no edital tem a exigência que seja pedido com certa antecedência. Sendo assim, o CAFIL – UFSC tentará de diferentes formas a ida dos seus estudantes. Pedimos que os estudantes interessados em ir no evento compareçam em reunião dia 10 de abril de 2014, às 18 horas na sala do Centro Acadêmico Livre de Filosofia (terceiro andar do bloco de salas de aula, ao lado do bebedouro) para uma conversa sobre as possibilidades de fretamento de ônibus por nossa conta. Precisamos que compareçam interessados em ir ao evento e pessoas que queiram apresentar artigos e trabalhos acadêmicos, quem já enviou trabalhos se possível traga carta de aceite.
Aguardamos a presença de vocês.
Centro Acadêmico Livre de Filosofia
Gestão 2013-2014

24 de mar de 2014

Feira de livros da EdUFSC

Entre os dias 24 de março e 24 de abril, o Centro de Convivência da UFSC recebe mais uma edição da Feira de Livros da Editora da UFSC, de segunda a sexta, das 8h30 às 19 horas. Obras do catálogo da EdUFSC e de outras editoras universitárias e comerciais estão à venda com descontos de até 70%. Informações: editora.ufsc.br.

21 de mar de 2014

Democracia e Movimentos Sociais - Filosofia UFSC

Que movimento é esse? Democracia e Movimentos Sociais


https://www.youtube.com/watch?v=XQ85qMvtLoI


Mesa redonda: Debatedores: Prof. Carlos Eduardo Sell (CSO); Prof. Denilson Werle (FIL) e Prof. Adriano Duarte (HIST).

Dia 02 de Julho de 2013 -- 19 horas -- Auditório do CFH. 

Promovido pelo Centro Academico Livre de Filosofia e
Projeto de extensão justiça e democracia -- NEFIPO

19 de mar de 2014

HU precisa de sangue!

O Serviço de Hemoterapia do Hospital Universitário (HU) necessita com urgência de doadores voluntários de sangue dos tipos: O positivo, A negativo e O negativo. Os colaboradores devem procurar o Banco De Sangue do HU, localizado ao lado da Associação Amigos do HU, Edifício Voluntária D. Cora, nº 90. O horário de coleta funciona das 7h30min às 12h, de segunda à sexta-feira. O Hospital também solicita doadores de plaquetas por aférese para três pacientes internados no HU com Leucemia Aguda. A coleta deve ser feita no HEMOSC. Informações: coletabancodesangue@hu.ufsc.br

15 de mar de 2014

Programação Cine Filosofia 2014

Programação completa do Cine Filosofia para o 1º semestre de 2014 - Clique para ampliar.

Cine Filosofia 2014


O cine-filosofia, projeto mensal do centro acadêmico de filosofia, adquire neste ano caráter quinzenal e absorve a temática provocativa que iniciamos ano passado com a realização do I Encontro de Filosofia Oriental.  Desta vez na forma audiovisual de guerrilha epistêmica, procuramos questionar os sentidos de uma filosofia em nosso espaço histórico-geográfico latino-americano.

A programação contará com exibição de filmes, documentários e curtas que retratam filosofias e diferentes formas de pensamentos produzida nos trópicos, e que por força estética-politica, não são submetidas a uma monoracionalidade universal, mas que criaram rupturas, no sentido negativo da história, que se permitiram transvalorizar à uma expressão racional que não se fecha tautologicamente em si mesma. 

Neste ciclo, procuramos discussões especificas que dão voz às saberes sujeitados, de conhecimentos que constituem um pluriverso, onde a racionalidade tem vários modos de funcionamento e modelos operacionais distintos que são construídos em contextos culturais específicos.  Influenciados pela “virada ontológica” de “nossa” filosofia, dividimos o ciclo em dois módulos: filosofia canibal e filosofia de fronteira. Com estes debates, propomos  um exercício de reconhecimento de múltiplas perspectivas, abaixando a guarda da luneta do colonizador para termos contato filosófico através da experiência pensante prática, de encontro com o Outro, e não a repetição cansada de uma razão teórica tradicionalmente ocupada com a ontologia do sujeito. 

Para além da alteridade negada, reinvidicamos através das discussões uma filosofia original, que trate da origem, que vá além do academicismo de um pensar anestésico e esterilizado que não incomoda e nem arrisca. Afinal, Noel Rosa, Tom Zé, Chico Science, Leminski, Oswald, El sup, tem muito mais a nos dizer de nossa filosofia, que Kant, Hegel ou Platão. 

Urge ser o que somos – descobrir-se no Brasil, na América Latina.

Thor Veras. 7ª Fase
Coordenador-geral do Cine Filosofia


27 de fev de 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO ACADÊMICO LIVRE DE FILOSOFIA
GESTÃO 2013-2014
Edital para inscrição de oficinas e atividades desenvolvidas no Sarau Filosófico:

O Centro Acadêmico Livre de Filosofia (gestão 2013-2014) convida a todxs os interessadxs em participar das atividades do Sarau Filosófico desenvolvendo alguma atividade ou oficina que cumprindo as recomendações deste edital para a inscrição da referida oficina/atividade/comunicação.
No ano de 2013, o Centro Acadêmico Livre de Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina (CAFIL – UFSC) desenvolveu de acordo com as propostas da gestão 2013-2014 o Sarau Filosófico. Atividade que tem o intuito de gerar a integração entre xs alunxs do curso de filosofia vespertino/noturno, demais alunxs da UFSC e comunidade, assim como debater algum tema geral ou com envolvimento em filosofia e com convidadxs para ministrar oficinas relacionadas ou não ao tema de discussão. Tendo também como intenção do Sarau Filosófico a revitalização do Bosque do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. No primeiro Sarau tivemos a Oficina de Tie Dye (técnica de pintura) e a conversa sobre “O que é filosofia?” com o professor (atualmente no departamento de filosofia da UFF) Luís Felipe Ribeiro. No segundo Sarau que teve como tema “Vegetarianismo e ética animal” tivemos uma oficina de culinária Vegetariana e a discussão com doutorandxs e mestrandxs convidados e alunxs presentes. No terceiro Sarau, que teve como tema o “Amor” a discussão foi sobre o Amor livre e demais pautas feministas, tendo como convidadas professora do departamento, doutoranda e participantes de coletivxs feministas, e com uma oficina relacionada também ao tema de discussão.
A proposta para este semestre 2014.1 é deixar livre para que oficina/atividade e discussão não necessariamente versem com o mesmo tema.
Para inscrição da oficina/atividade/comunicação/proposta de discussão para o Sarau Filosófico de 2014.1 são recomendados seguir os seguintes pré-requisitos.
·         Se inscrever com pelo menos 20 dias de antecedência com relação a data do Sarau Filosófico.
·         Na inscrição é necessário mandar nome completo, CPF, e-mail, data do Sarau que pretende participar e telefone para contato.
·         É necessário na inscrição enviar lista com os materiais necessários para a oficina/atividade/comunicação/proposta de discussão, se possível já com o orçamento com valores necessários.
·         Duração da oficina/atividade.
·          A inscrição será feita através do e-mail: blogcafil2013@gmail.com

Para os ministrantes de oficina/atividades/comunicação/proposta de discussões será emitido um certificado de participação (justificando a necessidade do envio do CPF).

Datas das edições do Sarau Filosófico 2014:

28/03/2014
25/04/2014
30/05/2014

Atenciosamente,
Centro Acadêmico Livre de Filosofia

Gestão 2013-2014

24 de fev de 2014

Teses Libertárias


A Biblioteca Terra Livre possui em sua biblioteca virtual, diversas teses (tcc, mestrado e doutorado) escrita sob uma perspectiva anarquista/libertária. Abrangendo diversos temas como; educação, pedagogia, geografia, história, etc.

Clique AQUI para acessar a biblioteca virtual de teses Terra Livre.


20 de fev de 2014

Nota de repúdio à criação de EJ no CFH

     Os interesses dos estudantes são mais uma vez ignorados, e com o apoio do Diretório Central dos Estudantes (DCE), que deveria ser uma ferramente de luta pelos interesses dos estudantes. Agora claramente vendido aos interesses das empresas, ao lucro e à formatação e mercantilização do ensino. Cada vez mais vemos a universidade pública perder seu caráter de formar cidadãos para agir em prol de uma melhor sociedade, para atender o interesse de empresas numa lógica de mercado totalmente à margem dos interesses da comunidade.
     No dia 13/Nov/2013, em Assembléia Geral no CFH visando consultar estudantes sobre a implementação das EJ's no Centro de Filosofia e Ciências Humanas. As EJ's foram barradas por voto majoritário; “O entendimento desta assembleia é de que as empresas juniores não são coerentes pedagogicamente com o papel da universidade pública. Portanto, a posição desta assembleia é de que não se credencie/autorize a criação de empresas juniores neste centro.”. Mesmo após a decisão democrática contrária à criação das empresas juniores, os estudantes foram ignorados. Se não são os estudantes que podem deferir sobre as formas pedagógicas de seus próprios cursos, quem pode? As empresas?
     O Centro Acadêmico Livre de Filosofia repudia a decisão da Câmara de Ensino de Graduação, e também a ação do DCE em apoio às EJ's e contrário a decisão dos próprios estudantes. Um regresso em toda a luta dos movimentos estudantis.




att,
CAFIL

27 de jan de 2014

O início do mundo


No início todas as coisas estavam juntas.
E foi o amor que as separou.
Foi assim que nasceu o tempo.
Depois o amor se tornou destino.

O destino criou os Deuses.
Os Deuses Criaram os homens.
Os homens inventaram o sagrado.

E o sagrado circundou todas as coisas.
Todas as coisas se encheram de luz.
Da luz apareceram as estrelas.

Com as estrelas se pode ver o universo.
No fim do universo estava o silêncio.
E o silêncio fazia um barulho ensurdecedor.

No silêncio estavam todas as coisas.
No silêncio estavam todos os homens.
Todas as palavras descansavam no silêncio.

E no fim tudo se emudeceu.
No fim os deuses se calaram.
E o silêncio reinou.

Ao fim o silêncio era o próprio sagrado.
Toda moral se esgotou.
Ao saber que todas as coisas,
Não deviam nada a nenhum senhor.


Daniel Edmundo Chacon Rodriguez
Bacharel em Filosofia da UFSC