14 de dez de 2013

Cafil limpo é Cafil feliz!

Seja lá qual for sua definição de felicidade, o Cafil está agora arrumado e limpo para 2014. Com a ajuda dxs alunxs de Filosofia, a sala do Centro Acadêmico está re-organizada, com fotos diversas dos alunxs que fizeram/fazem parte do curso, cartazes dos eventos já realizados pelo CA, xeroteca arrumada, e tudo em ordem para as atividades do Cafil para o ano que vem. Informamos que a sala do Cafil ficará trancada durante o período de férias, e abriremos antes do início do ano letivo de 2014.




att;
CAFIL

8 de dez de 2013

Exibição do documentário "Peaceable Kingdom”


"Em comemoração ao "Dia Internacional dos Direitos dos Animais”, no dia 10 de dezembro na sala Harry Laus, da Biblioteca Universitária (BU), às 18h30min, haverá projeção do documentário "Peaceable Kingdom” (2010, 78 minutos), que trata do despertar de consciência de várias pessoas – inclusive fazendeiros – que cresceram na cultura de criação de animais para consumo e passaram a questionar seu modo de vida, passando a resgatar e proteger os animais e aderindo ao veganismo."

O CAFIL vem divulgar e convida a todxs para comparecerem à sessão para refletir sobre a prática que diariamente fazemos sem observar as consequências de nossos atos, tanto para nós quanto para o meio ambiente.

att,
CAFIL

Campanha Bruno Braun Batista

O Centro Acadêmico Livre de Filosofia da UFSC agradece a todxs que colaboraram nas doações da campanha "Aniversário Bruno Braun Batista - Um dia de Caridade II", seja alunxs da UFSC, ou participantes do Encontro de Filosofia Oriental, ou da comunidade de Florianópolis. As doações foram encaminhadas à instituição "Lar Recanto do Carinho" (Bairro Agronomica). Gostaríamos de lembrar o quão importante é manter-nos unidos e com o espírito de solidariedade para que possamos tornar mais agradável a vida de cada pessoa através de pequenos atos diariamente que podem significar muito.

Att.
CAFIL


XXX ENEFIL

Aos interessados em participar do XXX ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE FILOSOFIA que acontecerá do dia 26/01 à 01/02 de 2014 em Cuiabá - MT, com o ônibus cedido pela UFSC, segue-se:

* As vagas no ônibus são de preferência para os alunos de Filosofia, caso sobre vagas, será aberto também para estudantes de outros cursos da UFSC.
* As inscrições para o ENEFIL já estão abertas no site: enefil2014.ufmt.org
* Para ter acesso ao ônibus, mandar nome completo, matricula, Registro Geral (RG), CPF, Email e telefone, para o email: vinicius_13_lm@hotmail.com


Dúvidas, entrar em contato por e-mail com: vinicius_13_lm@hotmail.com ou ismael_hungar@hotmail.com


IMPORTANTE: Os interessados devem entrar em contato o mais rápido possível para garantia do ônibus pela UFSC


Atenciosamente,

CAFIL



10 de nov de 2013

DO DIREITO DE DIZER NÃO

Aluno da graduação da Filosofia UFSC
Os Santiagos do mundo inteiro estão inquietos. Uma inquietude que não quer ser mais quieta, embora eles estejam sufocados pela Vida, pelo mundo e pelo desconhecimento de si próprios! Mas, eles têm boas razões para tanto. Todos se unem num momento de excesso irrefreado de furor. Furor necessário e deveras urgente. Urgência salvífica? Será? Vamos ouvir o clamor deles:
Já são 23h30. Estamos sem sono e sem vontade... ora, vontade, não entendemos mais essa palavra. Podemos afirmar categoricamente que já não vivemos há muito tempo.  Porque viver pelos outros é uma forma de morrer aos poucos, a cada madrugada de insônia, a cada sorriso forçado, a cada olhar interrompido, a cada beijo recusado! Somos mortos-vivos! Essa é a nossa verdade: solidão!
Sentimo-nos roubados, extorquidos, dilacerados pela Vida. Por que devemos escolher a Vida mesmo quando ela não nos quer? A Morte às vezes pode nos soar tão bem! Parece ser uma consequência lógica dessa Vida lúgubre e estéril. A Morte não é o oposto da Vida, mas sim, sua conclusão. O oposto à Vida é quando esta não nos dá o ar de sua graça. Precisamos ir além de viver biologicamente, precisamos viver felizes... Uns perguntam: Vida sem felicidade? Outros tergiversam: Felicidade sem vida? Nesse lastimável paradoxo em que nos encontramos esses mesmos outros dizem que se entregar é uma bobagem, uma covardia. Será mesmo? Podemos duvidar muito enfaticamente! Nossa memória pode ser uma casa mal-assombrada onde encontramos velhos fantasmas. As vozes nunca foram embora, sempre conviveram conosco, mas podemos não ter mais forças para silenciá-las! Muita coisa nós guardamos somente para nós mesmos no desejo de não sermos inconvenientes com os nossos amigos.
Violência é o desespero pelo medo da Morte, uma fugaz satisfação, uma evanescente distração para esse Tempo lerdo. Por isso o gosto de dormir, pelo menos os nossos sonhos podem ser mais alegres a ponto de desviar nossos pensamentos, durante o dia, da vilania diária.
Sobreviver, esta é a mais terrível maldição. Tornou-se algo politicamente correto, algo suficiente. Que repugnância nojenta. Nosso coração bate descompassivo, angustiado. Nosso olhar está hipnotizado pela mesmice, pelo trivial. Não saberíamos dizer até onde isso nos deixa cegos. Uma cegueira desordenada. E nessa desordem toda fechamos nossos olhos e, como se flutuássemos, nossos corações param, e um mal-estar existencial sai da gaveta profunda de nosso coração e toma com força a direção da nossa vida, ou do que restou dela.
O que há de errado com o nosso coração? Por que o nosso coração subjaz tão rapidamente? Outros poderiam perguntar. Ledo engano. Lá se vão muitos anos em nossa história de luta, de duplipensamentos, de resistências heroicas, mas tudo chega ao seu fim, porque as forças um dia cessam. Não obstante, num último respiro condescendente para conosco mesmos, vemos alguém balançar a Verdade Absoluta à nossa frente. Que irresistível! Ele nos diz que a Verdade liberta. Mas do que nós poderíamos estar presos? Só pode ser da Vida, desta vida e não de outra. Por que existe esta vida e não outra? Mas se nós não nos adaptamos facilmente a essa vida, nos libertar dela parece ser algo tentador. Então nós podemos dizer ao anunciador que pode nos dizer qual é a Verdade.
O anunciador continua dizendo que a Verdade liberta mediante o seu conhecimento. Libertar do quê, novamente? Do mundo? Claro, só pode ser desse mundo, para ganhar outro que não sabemos qual é. Para os nossos corações sofridos e desejosos de alguma felicidade, apesar da suspenção de nosso juízo, se alegram com essa bandeira anunciada e cai no perigoso poderio psicológico manipulador da Verdade Absoluta. Alguém que conhece a Verdade está salvo e pode se sentir num estado melhor que os outros e, por isso nos chamar de perdidos.
Tomemos cuidado, pois esta Verdade se faz ser obedecida mediante uma autoridade. Autoridade que requer uma fé. Não temos nada contra a fé, desde que ela seja genuína da parte das pessoas e, emergida de suas reflexões. E o que acontece com aqueles que não têm essa fé e não legitimam essa autoridade? Serão vistos no mínimo, mais uma vez, como perdidos, ou em outros casos como potenciais inimigos ─ hereges?!
Mas, o que os anunciadores querem mesmo é mais adeptos para a Verdade anunciada. Para isso eles se valem, querendo ou não, sabendo ou não, de psicologia de rebanho para aumentar o número de seus contribuintes.
O que podemos aprender com tudo isso é que temos que nos precaver sobre qual autoridade vamos dar outorga em nossa vida. E a qual conhecimento nós vamos nos dedicar, pois este é um Tempo lerdo que retarda a consumação plena da nossa vida. É preciso ter aquela clareza de raciocínio, que nos conclama a sermos nós mesmos. E podemos dizer que esta é a nossa maior verdade que podemos alcançar e o poder é nosso para dirigir as nossas próprias vidas. Abaixo a ditadura do pensamento único!
Nesse momento em que nos reencontramos conosco mesmos, podemos assumir o lado trágico da Vida e dizer que vamos cuidar das nossas existências chorando, sofrendo, solitários, e também alegres, impulsivos, exagerados, mas agora, sem ódio à Vida, exercendo o maior presente que ela poderia ter nos dado: nós mesmos e um mundo onde podemos, mais uma vez, ser nós mesmos.
Muitos de nós nascemos póstumos, por isso devemos morrer para que tudo se encaixe novamente. Aos nossos amigos que sempre esperaram por nós dizemos: adeus. Às gerações futuras dizemos: enfim chegamos. Aos poderes opressores falsamente instituídos de todos os tempos, temos o direito de dizer: NÃO!
Não tentem me roubar de mim mesmo com essas suas Ditaduras da Verdade, NÃO... NÃO! Pois sinceramente sou um herege dos dogmas alheios! Escutaram bem, dos dogmas alheios. Mas, não do dogma que sempre se revela do fundo do meu coração: o amor... esse eu posso dar para ti, ─ só se quiseres, pois não imponho nada a ninguém, nem poderia ─, só me basta a mentira de seu sorriso antipático, o desvio de seu olhar lânguido, e a fugacidade de seu beijo fugidio. E se você me disser que me ama de verdade, eu lhe direi do fundo do meu coração: NÃO!... não quero mais saber de nenhuma verdade! Quero apenas continuar vivendo na mentira da minha solidão.



5 de nov de 2013

Ata da Reunião Semanal do CAFIL - 05/11/13

No dia 5 de Novembro de 2013 na sala do Centro acadêmico de Filosofia, localizado no terceiro andar do prédio B do Centro de Filosofia e ciências humanas, se reuniram: Carolina, Daniel, Rafael (Jesus) , Alisson (Cafu), Aline, Vinicius, Thor, Eduardo, Felini e Lucas para discutir a seguinte pauta:
Informes
Encontro de Filosofia Oriental 
III CINE FILOSOFIA (Últimos detalhes)
Sarau - Bosquestock
ENEFIL

Nos informes, Thor repassou o documento que o aluno Messias encaminhou para ele, trata-se da última reunião do colegiado de centro do CFH. Segundo o mesmo, a secretaria estava requerendo um documento com a matricula da gestão atual do CAFIL assim como suas respectivas funções e cargos. Thor disse que encaminhará semana que vem um documento com a ata da posse anexada explicando que a direção do CAFIL conforme estatuto interno é de colegiado distribuído em coordenadorias, e portanto, horizontal sem hierarquia de poder.
Felini informou que na tarde desta terça foi realizada um limpeza geral do espaço físico do centro acadêmico, estando em condições para estudo e livre atividades para todos alunos do departamento. Carolina acrescenta que foi organizado uma xeroteca, onde está disposto cópias de doações que o CAFIL recebeu em eixos temáticos distintos.
Rafael (Jesus) falou da campanha de doação para o Bruno Baun, e convida todos para doarem.
Thor explica da conjectura política da semana na UFSC com foco na não-visita do escritor italiano Cesare Battisti e das implicações filosóficas deste evento e das circustâncias que se sucederam. Felni sugere escrevermos uma carta de apoio ao PET- Letras.
Movendo a pauta para o Cine Filosofia II
Carolina avisa que imprimiu os cartazes e fez divulgação nos espaços da UFSC assim como comprou pacotes de pipoca. Felini acha interessante passar em sala para avisar os alunos da atividade. Rafael (Jesus) acha melhor divulgar em outros espaços. Thor diz que contactou os convidados e a exposição vai ser invertida para o inicio por causa da duração do filme.
Sarau Filosófico
Jônatas e outros estudantes da História sugeriram fazer uma festa em conjunto.
Felini deu a idéia do Tudo é UNO. Uma tarde de eventos e jogos no bosque. Carolina chama a atenção para o cansaço de organizar se formos fazer uma festa no dia 22. Todos concordam em fazer uma festa de encerramento da gestão no lugar de um sarau vespertino. Thor dá a idéia de um festival com bandas locais da cena uderground que não foram selecionados para o UFSCTOCK. Felini sugere o nome CAFILSTOCK. Thor sugere BOSQUESTOCK. Thor avisa que vai contactar bandas e grupos musicais para o evento. Carolina chama a atenção para estipular uma organização eficiente, com quadro de horários e pegar o freezer antes. Marinheiro se compromete com antecedência em pegar o oficio para o café d CFH com o diretor do centro.
EFO: Serão 5 mesas, 4 oficinas e 3 comunicações. Thor sugere fazr uma página no Facebook para divulgação. Felini se compromete. Thor se compromete também em fazer um oficio para a PRAE para pedir planfetos, banners e outras matérias. Marinheiro faloucom seu professor e segundo ele vai comparecer em atividade de encerramento com outro colega monge. Felini contactou um grupo hare-krishna para participar do encerramenteo.
ENEFIL
Thor: - Vai ter Criolo no ENEFIL !!
Felini avisa que inscrições são 30 reais até dezembro. Alisson e Vinicius Marinheiro se comprometem em organizar o ônibus para essa edição. Thor sugere criar um evento para organizar uma reunião com interessados. Vinicius, representando a ABEF, pergunta se existe uma lista de interessados. Felini avisa que depois da reunião estará disponível. O ENEFIL é de 26 de Janeiro até 1 de fevereiro e todos alunos da filosofia estão convidados
Ofício de vntilador pro cafil, já que estamos adentrando a estação do verão será pedido. Bruna se prestou disponível, também, para procurar alguém para consertar nosso toca discos do cafil.
Sem mais, encerro esta ata.
Thor Veras.







28 de out de 2013

Pauta da Reunião - 29/10/13

Informes
Avaliação da SEPEX
Avaliação da Festa e próxima festa
EFO (sala para apresentação de trabalhos, divulgação do evento, impressão de cartazes e certificados)
Bruno Braun Batista "Um dia de Caridade" - Campanha
III CINE FILOSOFIA (Ver com a Carol Decs qual o dia de novembro que o mini-auditório tava reservado)
IV Sarau Filosófico
ENEFIL (Pedido do ônibus)
Limpeza do CAFIL

Agradecimento ao CALF

CAFIL 2013 - 2014 vem por meio deste agradecer ao CALF (Centro Acadêmico Livre de Física) por sua colaboração na festa - Tributo ao Raul Seixas: Happy Hour da Filosofia, na divulgação, fichinhas e freezer. E o CAFIL UFSC agradece especialmente ao querido Jhonathan Facin de Moura membro do CALF que colaborou do início ao fim da festa dando tudo de si assim como os membros do CAFIL. O CAFIL dá as boas vindas a essa nova gestão do CALF e deseja uma ótima e inovadora gestão!

Atenciosamente,
Centro Acadêmico Livre de Filosofia - UFSC
Gestão 2013-2014

24 de out de 2013

Ata da Reunião Semanal do CAFIL - 24/10/13

Estiveram presentes na reunião do dia 24 de outubro de 2013: Vinicius Marinheiro, Felini, Carolina de Castro, Lucas Capra e Isadora (prima da Felini). Também devido a um encontro casual na SEPEX, vieram para a reunião dois membros do CA de Física, o Jonathan e Danelise, na qual retomaram o CA depois de 5 anos sem direção.

No geral, os presentes avaliaram tanto a Assembleia quanto a SEPEX de forma significativa e gostaram da participação do curso no evento.

Gastamos R$ 150,00 com a SEPEX e precisamos recuperar, então decidimos fazer o Happy Hour da Filosofia - Tributo Raul Seixas.

Carolina vai ver a sala para o EFO.

Thor falou do III Cine Filosofia ser não na próxima sexta, mas na seguinte (08/11).

Divulgar a Doação do Material Escolar.
Lucas Capra e Vinicius Marinheiro vão ficar de arrumar algumas caixas de papelão para o arrecadamento do material escolar.


                                                                         Centro Acadêmico Livre de Filosofia 2013-2014



Pauta da Reunião - 24/10/13

Informes
Avaliação da Assembléia
SEPEX
EFO (Organização, Programação, Local, Certificados)
III Cine Filosofia
Doação de Material Escolar
Programação 2013.2

18 de out de 2013

Busca sem fim

Busca sem fim


E quando busquei a filosofia
(ou a filosofia me buscou)
encontrei a poesia
e toda a natureza
profunda, silenciosa,
harmônica, imperiosa...
encontrei muito além
do que pudera imaginar -
vãs imagens e esperas
de uma menina a sonhar...
queria ser, viver, fazer.
queria aprender, poder, crescer...
queria mesmo sem querer
e fui sendo levada
pelos caminhos incógnitos
que existir nos traz:
fui catando pedras
colhendo flores
juntando conchas do mar na areia
fui encontrando letras,
frases, pensamentos em folhas,
fui me encontrando,
semeando, me dissolvendo
fui, ainda não entendendo
que o entender era apenas
a ínfima parte do que me espera...
Quando busquei a filosofia
não sabia que a vida vinha
que os sulcos se fariam
e as folhas cairiam...
Encontrei o para além das letras
o mar incompreensível,
o universo de plantas e formas
a infinitude das gentes...
Encontrei morada
e fui percebendo, pouco a pouco
que ela era todo o universo
e as estrelas, e a terra úmida,
e as noites, e os versos...
que era cada parte
do interminável desabrochar
da face, do feto,
do fato de cada dia.

Poema enviado por Danielle Antunes, aluna da pós-graduação em Filosofia na UFSC.



15 de out de 2013

Ata da Reunião Semanal do CAFIL - 15/10/13

Universidade Federal de Santa Catarina
Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Centro Acadêmico Livre de Filosofia


Ata da Reunião Semanal do CAFIL
15 de outubro de 2013


No dia 15 de outubro de 2013, na sala do Centro Acadêmico Livre de Filosofia, especialmente às 18 horas pela assembleia geral que havia acontecido anteriormente, aconteceu a reunião semanal do CAFIL.
  • Informes:
O aluno João Victor da Geografia e membro do CALIGEO falou sobre as EJs no CFH. Disse que há um grupo de centro acadêmico contra as EJ’s no CFH e que estão organizando debates, e ele gostaria de saber qual é a posição do CAFIL sobre isso.
Thor Veras falou que gostaria de saber do horário e onde acontece a reunião dos CA’s que são contra as EJ’s, mas que ele acredita que o CAFIL a principio não deve se posicionar nem contra nem a favor.
Felini explicou que infelizmente no curso de filosofia os alunos não se interessam por causas do CA, nem do curso, muito menos do centro e da UFSC como um todo, e que a função do CA para ela é a de promover o debate e o conhecimento dessa discussão para os alunos, e que o CAFIL divulgará todos os debates a respeito das EJ’s no CFH a ponto de informar os alunos sobre o assunto para um voto com conhecimento e não sob influencias.
Alexandre Drausio falou que não vê uma grande influencia da filosofia nas EJ’s já que o curso não será afetado. Emerson Mauleon fala que existe EJ de filosofia sim, na França.
  • Avaliação do III Sarau Filosófico:
Dos presentes na reunião apenas dois foram no sarau, o que não pode haver uma boa avaliação a respeito, ambos que estavam na reunião fazia parte da organização do Sarau e acharam que foi bom apesar de uns contratempos.
  • III Cine Filosofia
O III Cine Filosofia tá confirmado, mas tem que mudar de data. O III CINE FILOSOFIA, tratará do tema filosofia e literatura e será com o aluno do doutorado em história Gregori.
  • Sepex
Amanhã às 18 horas acontecerá uma reunião com esse tema especifico que interessados devem comparecer para dar ideias para estande e divisão dos horários de trabalho no estande.
  • EFO
Emerson Mauleon se ofereceu para dar uma oficina, que será na terça, dia 19 de novembro, das 16 horas até as 18 horas.
Ismael confirmou as outras duas oficinas do encontro também.


Ata da Assembleia Geral dos Estudantes de Filosofia - 15/10/13

Universidade Federal de Santa Catarina
Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Centro Acadêmico Livre de Filosofia
Gestão 2013-2014


Ata da Assembleia Geral dos Estudantes de Filosofia
15 de outubro de 2013, às 17:30 na Sala do CAFIL


No dia 15 de outubro de 2013, às 17:30 na sala do Centro Acadêmico Livre de Filosofia, terceiro andar do bloco de salas da aula do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) aconteceu o Assembleia Geral dos Estudantes de Filosofia, com pauta única: Eleição dos conselheiros: Unidade, Curso e Departamento.
  • Informes:
Messias Manarim (12101920) deu um informe falando que no último CEB (Conselho de Entidades de Base) foi deflagrada a eleição do CUn (Conselho Universitário). Nessa segunda-feira começam as inscrições de chapa para ocupar as cadeiras estudantis do CUn, e a partir de então as chapas visitaram os CA’s para campanha.
Felini de Souza (10101805) falou a respeito da doação de livros que o CAFIL recebeu do professor Jaimir e do Professor João Lupi, e que as pessoas podem pegar os livros a vontade.
  • Eleição dos representantes nos conselhos:
Thor Veras (11102006) explicou o porquê da assembleia, para tratar desse assunto de ter sido remarcada. O motivo foi que na assembleia passada, na hora da escolha dos representantes, a assembleia não tinha quórum suficiente, começando com a escolha do representante para o conselho de unidade. Messias falou sobre as funções e como foi a experiência de ter sido representante do conselho de unidade. O mesmo se oferece para ficar com a representação novamente, o aluno Fabiano que era o suplente de Messias gostaria de continuar com a suplência, mas não compareceu na reunião para confirmar se de fato quer continuar e passar seus dados.
Foi perguntado para os presentes na reunião se alguém gostaria de ficar com a suplência e apenas o Thor se ofereceu para ser suplente no conselho de unidade do CFH.
Representante: Messias Manarim / Suplente: Thor João Veras
  • Conselho do curso de filosofia:
Para o conselho do curso de filosofia o aluno Mario Machado Filho, que já é representante desse conselho, pediu para que continuasse com a representação pois estão no meio da discussão sobre a licenciatura e seria mais fácil ter alguém que já está desde o inicio da discussão lá. E, se oferecendo para suplência, ficou o aluno Emerson Mauleon (9168013). Para o conselho de departamento a aluna Sandra Inês Sangaletti se ofereceu para fazer parte como representante e o aluno Murilo Eduardo Hubert ficou como suplente.
Messias se ofereceu para fazer o ofício encaminhando os novos nomes e seus e-mails para a secretaria do curso e a secretaria do CFH, para que eles recebessem os e-mails e ficassem informados a respeito das reuniões.
Thor dá como encerrada a assembleia.




A presente ata foi escrita por Felini de Souza
Centro Acadêmico Livre de Filosofia 2013-2014
Florianópolis, 15 de outubro de 2013






14 de out de 2013

Doação de Livros

O CAFIL recebeu a doação de alguns livros do nosso departamento.
 Venha ler os livros do CAFIL! Obrigado ao coordenador Jaimir Conte pela doação
Att,
Centro Acadêmico Livre de Filosofia UFSC


Pauta da Reunião - 15/10/13

A reunião semanal do CAFIL mudou de data e horário, como está relatado na última ata da reunião semanal do dia 10 de outubro. A reunião semanal passou para as terças, 17:30 na sala do CAFIL, e amanhã, especialmente, nossa reunião começará logo após a assembleia geral de escolha dos representantes dos conselhos. Segue pauta da reunião do dia 15 de outubro de 2013 (AMANHÃ):
Pauta:

Informes
Avaliação da assembleia
Avaliação do III SARAU
III CINE FILOSOFIA
SEPEX
Certificados das nossas atividades
Canetas para o quadro do CAFIL

Encontro de Filosofia Oriental

10 de out de 2013

Ata da Assembleia Geral de Estudantes de Filosofia 2013

Universidade Federal de Santa Catarina
Centro Acadêmico Livre de Filosofia
Gestão 2013/2014
Ata da Assembleia Geral de Estudantes de Filosofia
10 de outubro de 2013




No dia 10 de outubro de 2013, às 17:30, na sala 329, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da Universidade Federal de Santa Catarina aconteceu a primeira assembleia da gestão 2013-2014 do Centro Acadêmico Livre de Filosofia.
Thor Veras (11102006) iniciou a Assembleia dizendo que tivemos a tolerância de 15 minutos para o início da mesma para que os alunos chegassem. Thor diz que temos três pontos de pauta, algum deles tem grande urgência em nosso curso e o outro ponto é com relação as “Empresa Junior” no Centro de Filosofia e Ciências Humanas.
Thor Veras inicia falando aos estudantes que o CAFIL foi reajustado, temos o espaço aberto para monitorias, para estudar, conversar, tomar um café, que recebemos livros do departamento e as pessoas podem pega-los para a leitura. Felini de Souza (10101805) falou sobre o I ENCONTRO DE FILOSOFIA ORIENTAL que o Centro Acadêmico Livre de Filosofia está construindo e pede para que interessados entrem em contato para ajudar na organização. O EFO visa uma maior visibilidade para um área que é menos explorada no nosso departamento de filosofia da UFSC. O EFO acontece nos dias 18 e 19 de novembro de 2013. Thor falou da greve estudantil do CAFIL da USP. Thor teve uma conversa com o pessoal do CAFIL USP e a greve se deve a uma falta de democracia dentro do campus, a USP está querendo cortar os votos dos alunos e seus representantes serão escolhidos pelo CUn. A filosofia foi a pioneira na greve e agora outros cursos também estão em greve. Thor disse que pretende encaminhar uma moção de apoio dos companheiros da UFSC para os companheiros da USP. Carolina Simões (13101904) presta contas do caixa do CAFIL aos estudantes. Thor fala da transferência de data do Encontro Nacional de Estudantes de Filosofia que no ano de 2014 acontecerá em Cuiabá do dia 25 de janeiro ao dia 1 de fevereiro. Thor aproveita o espaço para lembrar das atividades que o CAFIL tem promovido como o SARAU FILOSÓFICO, que tem acontecido todo fim de mês e percebemos uma participação maior de alunos de outros cursos; Cine Filosofia, que tem acontecido todo mês também no mini-auditório do CFH; e a Felini fala sobre a SEPEX que o CAFIL conseguiu um estande que falará sobre Nietzsche, a escolha dessa temática se deu por Nietzsche ser um filósofo bastante caricato e chamar a atenção dos alunos de ensino médio que visitam a SEPEX, Thor fala que o CAFIL UFSC é o único Centro Acadêmico de Filosofia do Brasil que tem reuniões semanais e abertas, e convida os alunos para participarem das reuniões.
Thor Veras pergunta se alguém tem mais algum informe.
Victor (Xuxa) aluno do curso de História da UFSC falou que tem um informe que se trata da carta de repúdio ao mini-curso que será oferecido na SEPEX 2013 que tem uma caráter fascista dado pelo professor Marcelo Ferreira Lima Carvalho. O CALH (Centro Acadêmico Livre de História) fez uma carta e está pedindo as assinaturas dos demais centros acadêmico. A aluna Bruna Pasinato leu a carta. Victor (Xuxa) disse que esse professor persegue militantes do movimento estudantil e que em junho duas amigas dele apanharam de um grupo de fascistas, que esse tipo de perseguição acontece e que o ponto do mini-curso não é só uma questão de uma revisão histórica. O aluno João da Filosofia (131006447) disse que se tratando de agressão é caso de policia para esse professor e não a UFSC. Sandra Inês (09169032) comentou que se esse professor consegue organizar um grupo ele deve ter argumentos para convencer as pessoas, disse que durante o debate os estudantes que são contra devem refuta-lo. Victor (Xuxa) disse que já entraram em contato com o departamento de história para tomar medidas possíveis também. Lucas Campi (12103241) disse que a iniciativa é boa, mas que é preciso ganhar na briga justa e não responder na mesma moeda proibindo que aconteça o mini-curso. Victor Xuxa falou que provavelmente vai ter um ato, que irão colar cartazes em manifesto no CTC. A assembleia entra em votação, se alguém tiver algo contra assinar é para levantar a mão. O aluno de filosofia Rafael Lemos levanta a mão para dizer que não é para proibir que aconteça o mini-curso, mas para que conquiste através do dialogo. O Centro Acadêmico Livre de Filosofia assina a carta.
Passando para o próximo ponto de pauta da assembleia Thor Veras apresenta o coordenador de curso Jaimir Conte que vai nos esclarecer sobre a situação de mudança no currículo e a questão da licenciatura. Jaimir inicia sua fala dizendo que essa é uma cobrança da reitoria desde 2007 e que se trata de um problema de horas/aula. Implica um acréscimo de 5 disciplinas para a licenciatura. Há uma matemática que o Sérgio está mais atento quanto a isso. A principio a discussão também era a respeito de excedermos as horas necessárias no bacharelado, excedendo o número de optativas. Uma comissão foi tirada na reunião de colegiado para encontrar a solução para essas problemáticas. Ontem a conversa do professor Jaimir com a reitora girou mais em torno da questão do bacharelado. A mudança no bacharelado vai ser mais de questão terminológica. Já era para 2007 essa mudança no currículo, e se trata de uma mudança curricular e não de uma reforma curricular. A principio os professores achavam que está bom desse jeito ao qual já estamos acostumados. Pode ser que sejam incluídas 2 ou 3 obrigatórias mais 2 ou 3 optativas na licenciatura em filosofia. Jaimir disse que estão fazendo uma triagem das disciplinas para que seja ensinada a inserção delas no ensino médio. Jaimir disse que a proposta passará pela câmara de graduação. Foi aberta as inscrições para fala:
Lucas Campi disse que fez licenciatura em 2008 no curso de biologia da UFSC e não percebe mudanças daquela época até esta que estamos vivendo, que as disciplinas da licenciatura continuam sendo pura enrolação e vê essas 5 matérias como punição porque ele já tinha a vida de certo modo planejada para o ano que vem, que será seu último na graduação. Jaimir respondeu que a licenciatura é coordenada por outro departamento, o MEN, mas que a proposta não é “jogar” a responsabilidade ao MEN, a proposta vem do próprio departamento de filosofia e as disciplinas serão de filosofia voltada a licenciatura. Exemplo disciplinas tipo laboratório de ensino de lógica, ou de epistemologia, entre outras áreas. O aluno teria ideia do que teria disponível para usar em sala de aula. Os professores vão ter que se preparar para esse tipo de disciplina. O ponto é incluir disciplinas filosóficas. Diego Warmling (09169010) diz que introduzir essas disciplinas agora vai atrasar a formação da pessoa. Uma melhora na licenciatura é importante, mas ele crê que as principais disciplinas de licenciatura com filosofia são as que menos instruem a gente. O coordenador Jaimir Conte disse que ele e o Sérgio vão tentar encontrar possibilidades para quem está terminando o curso, que ele também acha um absurdo quem está prestes a se formar tem que passar por isso. Ismael Bagatoli pergunta se a mudança no currículo vai afetar quem já está no curso. Jaimir responde que sim pois não se trata de reforma curricular e sim de uma mudança de currículo. Messias Manarim (12101920) diz que seria importante a gente construir o próprio currículo como filósofo, que é ruim alunos de filosofia fazer disciplinas em comum com a educação física por exemplo. E os alunos que entraram com o currículo antigo devem ter o direito de terminar com ele também. E tem que pensar que isso também vai implicar na carga horária do professor. Jaimir respondeu que caso sejam criadas essas disciplinas serão procurados professores e preparados para as disciplinar. Alterar o curso de 4 anos para 4 anos e meio já seria uma reforma curricular, já que se trata de alteração curricular a ideia é incluir essas disciplinas nos 4 anos. Felini de Souza diz que concorda com os colegas, que ela também já estava com tudo planejado e essa modificação será um problema para ela, mesmo ela acreditando que a licenciatura é deficiente e precisa de mudanças, mas ela crê que essa mudança que a reitoria cobra é simplesmente burocrática, não há uma garantia de que vai ter qualidade, é só uma questão de faltar horas/aula e é nisso que temos que ter atenção, a licenciatura é muito falha, nós não temos acesso ao nosso futuro ambiente de trabalho, a escola, mesmo tendo uma dento de campus e que não é só a licenciatura de filosofia que passa por problemas, hoje ela disse que viu um cartaz que falava da licenciatura de letras, a licenciatura é abandanada pela UFSC. Jaimir disse que concorda com o ponto que a Felini colocou. Diego Warmiling diz que tem uma pergunta e uma sugestão, a pergunta é, porque a mudança só agora se isso já é cobrado desde 2007. O professor Jaimir responde que só agora nessa administração da reitoria que foi revisto isso e está sendo cobrado. A sugestão do Diego é que o currículo de bacharelado e licenciatura seja um só, assim como em cursos tipo a história. Jaimir disse que no passado a pessoa já escolhia entre licenciatura e bacharelado já no vestibular, porém ele acha que isso não é interessante, da forma que é o aluno tem mais conhecimento do curso e pode escolher melhor. Messias questiona se não dá de fazer uma audiência publica sobre o caso. Jaimir disse que tem a propensão para os alunos que estão para se formar. Messias diz que no futuro é possível pensar em uma reforma curricular e concorda com a Felini em dizer que não é um problema só da licenciatura de filosofia, que temos mais de 10 cursos na ufsc com problemas na licenciatura. Agradecemos a presença do professor Jaimir que veio esclarecer o caso para a gente e deixar todos cientes da problemática.
O próximo ponto de pauta é sobre os representantes discentes, pois venceu o prazo ontem. Thor disse que falta quórum de estudantes de filosofia para a votação dos representantes. E lê as condições que o estatuto propõe. Foi marcado uma assembleia só com esse ponto de pauta para a próxima terça-feira 17:30. Mas mesmo assim o Messias e o Mario Filho explicaram como foi o ultimo ano de conselho e suas funções. Mario falou que as reuniões do conselho de colegiado normalmente são tranquilas que o problema maior tá sendo referente a essa mudança curricular. Messias diz que apesar da filosofia não ser um curso que tem um grande número de pautas ele pode levar algumas coisas para o conselho, como o problema dos quadros de vidro e as aulas de lógica. Algumas preocupações foram levantadas, como a revitalização do bosque, a pintura da lanchonete, todos esses pontos passam pelo conselho de unidade. Messias falou também da discussão sobre as câmeras de segurança no CFH. O CFH é o único centro que não possui câmeras de segurança e também não é por isso que é o centro que sofre mais perigos e assalto, ter câmeras não garante a segurança dos alunos.
Passando para o próximo ponto de pauta que trata sobre a implantação ou não da “Empresa Junior” no CFH. Thor diz que cada lado tem 10 minutos para defender os pontos a favor e contra a Empresa Junior e depois fica aberto para perguntas. Thor disse que começará pelos pontos contra Empresa Junior, Renato aluno da pós em história e formado em psicologia começa a falar apresentando as pessoas que vieram junto para defender os pontos contra, o aluno Victor (Xuxa) da história e o aluno da psicologia Luiz (Bagé). Sandra Inês, aluna da filosofia, sugere que primeiro o pessoal a favor da empresa junior se apresente, porque ela assim como outros não sabem do que se trata e é melhor para um entendimento do que se trata. Seguindo a recomendação quem começa falando é o Victor, acadêmico de Direito, membro da empresa junior de direito que defenderá a empresa junior, ele começa colocando aspectos jurídicos para o conhecimento de causa. Explicou que é uma empresa que não dá lucro para os que trabalham nele e sim para a própria empresa. É uma associação sem fins lucrativos, a empresa tem por premissa o foco no aprendizado. Ressalta o foco na autonomia do aluno e que professores e colegiado acompanham. A empresa junior pode ser comparada com os PET’s e grupo de pesquisa, rotatividade de membros, todos os alunos podem participar da experiência. Passando para a defesa da ideia. Existe o serviço modelo. As vezes da a impressão que a empresa Junior não pode se unir com o projeto modelo. E a alta rotatividade dos alunos proporciona essa experiência para vários estudantes. Tem todo o papel critico e dessa forma encontrando também na prática. A ideia de empresa junior surgiu na França nos anos 60, fornece uma experiência prática, se expandindo pelo mundo. A universidade publica tem que proporcionar ao aluno à formação mais completa, tonando o currículo rico, uma alternativa foi aprovada na resolução da UFSC. Não é que se aceitando a empresa junior vai proibir o uso critico da universidade, mas já da mais uma oportunidade. Finaliza dizendo que é uma alternativa a disposição defendendo a liberdade de escolha. Paulo da Psicologia diz que nas últimas reuniões tomavam a decisão que dão apoio, entre os motivos PET e de acordo com vários estudos os psicólogos acabam indo para a licenciatura privada. Não indo para o mercado de trabalho com o intuito de fins lucrativos, mas sim a empresa junior trazendo um crescimento capacitacional. Paulo se põe a disposição de quem quiser saber mais sobre a empresa junior.
No lado contra a implantação da Empresa Junior no CFH contamos com a presença do aluno da história e graduado em psicologia Renato, o aluno da história e membro do CALH Victor (Xuxa) e o aluno da psicologia Luiz (Bagé). Renato diz que quando vem uma iniciativa de estudantes é difícil refuta-la. O processo chegou a assembleia do CFH através do curso de psicologia 2010/2011. O conselho de unidade nega o pedido, foi recorrido o pedido emitido para o colegiado. Colegiado decide que devia ter sido um amplo debate no CFH como um todo uma vez que não há lei que os cursos criem empresas juniores, é compatível com a universidade publica? Não, e expressa como motivos o empresariamento da educação distingue de processo de privatização, a partir dos anos 80 final de 90 o processo começa acontecer o empresariamento de serviçoes públicos o que se assemelha com empresas privadas criando uma gestão de universidade. Assume uma forma de empresa privada na universidade. Que tipo de formação uma universidade queremos construir, que se submete as definições de mercado. Não é compatível com universidade. Luiz coloca que é preciso discutir politicamente e filosoficamente a importância no CFH. Empreendimento dentro da universidade que profissional deve formar? É o empreendedor da ótica do mercado? Para reproduzir o empreendedorismo em forma de sujeito, a trazer e se apropriarem dos estudantes é fundamental para nós, o nosso conhecimento. Messias disse que estava na reunião de conselho de unidade e falou que tem que passar pelo conselho, ele decide, 70 professores, mais os técnicos administrativos, setor empresarial e 10 representantes para fazer uma discussão ampla. O aluno Vitor diz se contra as empresas juniores e questiona como é feita a seleção dos alunos que fazem parte. A aluna Mariana da psicologia que faz parte do projeto de empresa junior responde que para a seleção dos candidatos há critérios. Felini questiona sobre como vai se dar a assembleia dos alunos dos estudantes do CFH. Messias explica que será feito vários debates e cada aluno votará por si se é contra ou a favor as empresas juniores. A assembleia alcançou o teto até as 20 horas.


A presente ata foi escrita por Felini de Souza e Clarissa Moraes.
Centro Acadêmico Livre de Filosofia 2013-2014

Florianópolis, 10 de outubro de 2013

Ata da Reunião Semanal do CAFIL - 10/10/13

Universidade Federal de Santa Catarina
Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Centro Acadêmico Livre de Filosofia


Ata da Reunião Semanal do CAFIL do dia 10 de outubro de 2013. Presentes nessa reunião a aluna Rozy, Thor, Carolina Castro, Felini, Carlos Taparello e Ismael Bagatoli.
  • Informes: Felini deu o informe da festa do dia das bruxas organizado do DCE. Ano passado a Felini havia dado essa ideia para a antiga gestãod o DCE que provavelmente devido a greve acabou não rolando, agora com a ideia mais amadurecida incluindo o feminismo e a cultura ilhéu a ideia da festa do dia das bruxas da UFSC volta, a Felini tornou a dar a ideia ao DCE que contando com a ajuda dela pretende colocar esssa festa intervenção cultural em prática. A Felini sugeriu que a filosofia pegasse uma barraca como foi feito no ano passado na festa junina. Todos concordaram em participar e pegar a barraca do doce, as barracas ainda serão divididas.
  • Assembleia Geral dos Estudantes de Filosofia: Thor lembrou da assembleia de hoje e leu trechos do estatuto reforçando alguns pontos como a questão de quórum da assembleia. Thor falou que é necessário que façamos uma divisão de tarefas durante a assembleia, é preciso ter alguém que presida a mesa, alguém na assistência e alguém pra escrever a ata. Felini sugere que o Thor presida a mesa, e se ofereceu para junto da Carolina dar a assistência e escrever a ata. Thor sugeriu que a turma ficasse em circulo durante a assembleia. Combinamos de chegar pelo menos 15 minutos antes para preparar os últimos detalhes.
  • IV SARAU FILOSÓFICO/ V SARAU FILÓSOFICO: No mês de outubro na mesma data do sarau vamos estar com o estande na SEPEX e na semana seguinte tem a Festa de Dia das Bruxas da UFSC. Por isso foi decidido em consenso pelo grupo que só faremos o sarau em novembro e unido com outros CA’s.
  • III CINE FILOSOFIA: Thor disse que já tá confirmado o Cine Filosofia de outubro que será com o Gregori, aluno do doutorado em História.
  • IV CINE FILOSOFIA: Felini falou que como o Roberto Wu está para sair por um tempo da filosofia da UFSC seria interessante convida-lo para fazer algo no cine filosofia de novembro.
  • Horário das reuniões semanais: Devido as inúmeras faltas de grande parte do grupo que compõe o CAFIL as reuniões devem passar para outro horário. O Horário escolhido foi terça-feira 17:30 na sala do CAFIL.
  • Ata da reunião: Na semana que vem a Carolina de Castro escreverá a ata da reunião.




A presente ata foi escrita por Felini de Souza
Centro Acadêmico Livre de Filosofia

2013-2014